Pai Rico, Pai Pobre, por Robert T. Kiyosaki – RESENHA

Pai Rico, Pai Pobre de Robert T. Kiyosaki, é uma obra que ficou muito famosa entre aqueles que estudam ou se interessam por finanças e não é em vão!

Robert aborda em seu best-seller de forma única a questão da corrida dos ratos. Termo que ficou famoso graças ao livro e que fez muitas pessoas repensarem suas vidas financeiras.

Não é em vão que o livro se tornou um dos mais lidos bem como uma referencia em educação financeira em todo o mundo. E por causa do seu conteúdo de alto valor, decidi trazer para você várias informações e insights que o livro desencadeia no leitor.

Pai Rico e Pai Pobre – duas visões de mundo

Um aspecto muito único e interessante do livro é que, em Pai Rico e Pai Pobre percebemos duas visões de mundo. O Pai Pobre que educa o filho para estudar e conseguir emprego, enquanto o Pai Rico não tem os mesmos valores.

Essa diferença no quesito visão de mundo é muito explorada durante todo o livro, para que possamos entender de fato o que faz de um personagem rico e o outro pobre.

E como as escolhas e crenças são responsáveis por fazer com que um se mantenha rico enquanto o outro continua pobre e criando seu filho para seguir as mesmas premissas que o mantiveram pobre.

A questão central abordada no livro é justamente esse aspecto da educação formal. Estudar com afinco, se dedicar e encontrar um emprego com salário alto é mesmo o suficiente?

Ao longo da leitura iremos perceber que o principal ensinamento é simplesmente pararmos a corrida dos ratos. Aspecto que é defendido ao longo do livro pelo autor. Quer saber mais a respeito? Continue lendo e entenda o que é e como funciona a corrida dos ratos.

Entenda a Corrida dos Ratos defendida ao longo do livro

Ao longo da leitura nos deparamos com o tema corrida dos ratos, que é um jogo educacional operado por praticamente todas as pessoas de classe média.

Durante a leitura entendemos que o autor não defende ir para escola, estudar muito e simplesmente buscar um bom emprego.

Aqueles que entendem a corrida dos ratos conseguem “vencer” o sistema e a partir de então, usufruir de uma vida realmente melhor.

Robert Kiyosaki defende que a pessoa nasce, estuda, procura um bom emprego, começa a namorar e então no desejo de casar financia um pequeno apartamento. Faz especializações em busca de um emprego melhor e depois troca o apartamento por uma casa maior também financiada para cuidar dos filhos.

Então a pessoa começa a se esforçar mais por aumentos devido à necessidade de um carro maior e pagamento de boas escolas. Então a pessoa educa o filho para buscar um bom emprego a partir dos estudos e ter boas notas, reiniciando o ciclo da corrida de ratos.

Afinal, essa família não enriqueceu, não investiu e simplesmente está buscando aumentos por precisar gastar mais de fato. É um ciclo vicioso que não chega ao fim e prepara novas gerações para continuar na corrida de ratos.

Além de deixar essa situação rotineira muito clara, o autor ensina poderosos insights para quem quer interromper a corrida dos ratos e mudar o próprio futuro. Entenda a partir de agora quais são esses “segredos”.

1.     Comprar ativos e não passivos

Ao longo do livro, o autor defende que o caminho para ficar rico não é ensinado em escolas comuns e o indivíduo precisa entender a diferença entre ativos e passivos.

Sem esse entendimento a pessoa passará a vida comprando passivos sem perceber que está apenas empobrecendo.

Os ativos são todas aquelas aquisições que servem para colocar mais dinheiro em seu bolso, como um ponto comercial que será alugado gerando renda mensal.

Enquanto os passivos são todas as aquisições que tiram dinheiro do seu bolso, como a compra da casa própria financiada.

As pessoas de classe média não conseguem ficar ricas por concentrarem passivos em suas vidas, o que impede de acumular recursos e gerar ganho de capital sobre os recursos acumulados.

2.     Assumir o comando da própria carreira

O autor defende que, os tempos de estabilidade no emprego e salários altos acabaram. Por isso, ele considera que buscar “segurança” em um emprego não é interessante.

Ao longo da leitura temos o insight de que é importante buscar uma atividade que o remunere além do emprego.

Dessa forma, a pessoa terá real segurança caso algo ocorra cessando a sua renda no emprego que paga as suas contas. Afinal, terá uma outra fonte de renda.

3.     Atuar como pessoa jurídica caso ajude a pagar menos impostos

Escrito para a realidade norte-americana, o autor recomenda a atuação em sociedades anônimas que possam absorver gastos e despesas pessoais e familiares, para que reduza seus custos com impostos.

Entretanto, quem deseja aplicar a dica na economia nacional precisa ter o cuidado de saber que no Brasil o regime tributário é diferente, por isso mesmo, é preciso ter a ajuda de um consultor tributário ou contador que possa contribuir para uma eventual adaptação da ideia.

4.     A necessidade de gerar riqueza

Ao longo da leitura nos deparamos com diversos exemplos de negociações para gerar riqueza. É importante perceber que não é um livro sobre mercado financeiro, apenas uma leitura que serve como insights para cuidar melhor de seu dinheiro e mudar seus padrões de consumo.

Por isso mesmo, a geração de riqueza é tratada como algo que depende de inteligência financeira, para que faça bons negócios.

O que acaba servindo como inspiração para os leitores que buscam medidas inteligentes para mudar seu padrão de vida a partir de um comportamento financeiro mais inteligente.

Pai Rico e Pai Pobre é um livro de autoajuda?

Por ser um livro com estilo mais motivacional e conselheiro, sobre como vencer obstáculos e ter uma nova visão sobre o dinheiro, o Pai Rico e Pai Pobre é muito criticado.

No entanto, é interessante fazer a leitura e aproveitar os poderosos insights do livro para começar um processo de mudança em sua jornada.

Afinal, todas as pessoas podem e devem ler livros que vão dar novas visões sobre seus hábitos e comportamentos.

Garantindo que seja possível mudar para melhor, gerando novas possibilidades para a sua vida financeira. Uma vez que, cada pessoa terá a oportunidade de rever seus comportamentos e padrões a partir de uma leitura que é esclarecedora justamente no âmbito da mudança comportamental.

Muito embora o best-seller não seja aprofundado em aspectos que ensinam na prática como fazer mais dinheiro, o livro é interessante para quem está no caminho de autoconhecimento e aprendizado sobre dinheiro.

Afinal, é um material que dá poderosos insights. Uma vez que, a maior parte das pessoas passa a vida inteira sem entender os motivos pelos quais não conseguem enriquecer.

É possível entender o sistema que te faz continuar pobre

Através da leitura você poderá compreender o sistema que está te fazendo continuar pobre dia após dia, mesmo depois de ter estudado e se esforçado tanto.

Cerca de 1 ou 2 décadas 10 atrás a maior parte das pessoas viviam sem entender o que hoje vemos como corrida de ratos que é um ciclo repetitivo, passado de geração em geração para manter as pessoas na classe média.

Entendendo a lógica do livro é possível usar poderosas informações para começar um processo de mudança em sua vida.

Afinal, muitas pessoas sequer entendem a diferença entre ativos e passivos e não sabem como ou nutrem medo de comprar ativos.

O que faz com que se mantenham sempre empobrecidas.  A leitura apesar de não ser aprofundada em conhecimentos técnicos sobre dinheiro e gestão de patrimônio, te ajuda a ter uma visão mais ampla que não é ensinada na escola.

Vale a pena investir na compra do livro?

Sem dúvidas, quem está procurando um livro de entrada para o mundo do cuidado com as finanças pessoais pode ter um bom resultado com a compra do livro e leitura.  Eu, particularmente, recomendo muito a sua leitura.

Aproveite a leitura para extrair o máximo de ensinamentos e garantir que possa mudar seu padrão atual de comportamento em relação ao dinheiro.

De modo que, possa continuar investindo em outros livros cada vez mais aprofundados e sempre tendo o cuidado de extrair o melhor de cada material.

Investir em mais conhecimento sobre como usar e cuidar do seu dinheiro é sempre importante. Entretanto, se você já tem bons ou excelentes hábitos e sabe como cuidar do dinheiro para vencer a corrida dos ratos, o Pai Rico e Pai Pobre pode acabar não sendo muito agregador em seu processo de aprendizado por não ser uma leitura muito aprofundada. Em todo caso, vale a pena conferir!

E então, gostou da resenha? Nos conte o que achou e não deixe de compartilhá-la com seus amigos e familiares!

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Cadastre-se para receber em primeira mão todos os nossos novos artigos e atualizações:

E de brinde, receba gratuitamente o valioso guia “7 Estratégias Incríveis de Crescimento para Transformar Positivamente a Sua Vida”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.


Receba gratuitamente o valioso guia “7 Estratégias Incríveis de Crescimento para Transformar Positivamente a Sua Vida".

Cadastre-se para receber nossas novidades e Pegue Já o Seu!

É grátis e seus dados estão seguros. Não fazemos spam!

Autor

Werllënn Almeida é fundador e editor do blog Valor Que Conta, além de ser contador especialista em gerenciamento contábil pela UFBA . A partir deste blog, escreve e compartilha conteúdos de alto valor, voltados ao desenvolvimento pessoal e profissional.

Posts recentes:

Eu gosto muito de ouvir os leitores, inclusive se você tiver um comentário ou sugestão sobre o nosso blog ou newsletter.

A melhor maneira de entrar em contato comigo é partir do uso do formulário a seguir ou por meio do email:

Verifique seu e-mail!

Favor checar o seu e-mail para confirmar a sua inscrição.

Caso não tenha recebido o e-mail, verifique a caixa de spam ou promoções.