7 Dicas Práticas de Como Eliminar a Procrastinação

A procrastinação é um vício que pode estar destruindo sua produtividade! A procrastinação é um hábito que acaba viciando a sua mentalidade, ou seja, você passa a acreditar que sempre pode deixar as coisas para fazer depois.

E isso é muito prejudicial para sua capacidade de se manter produtivo. Bem como, é ruim para alcançar seus objetivos de vida.

Afinal, quem deixa tudo para viver depois acaba não construindo nada. Quem tem objetivos precisa ter foco e executar todos os dias, novos movimentos que possam ajudar a chegar mais perto de seus sonhos e objetivos.

Portanto, se você percebe que a sua rotina está tomada pela procrastinação, com o objetivo de te ajudar eu selecionei aqui algumas dicas simples as quais considero mais práticas para contornar essa situação.

De modo que, você possa aplicar essas dicas na seu dia-a-dia a partir de hoje mesmo e evitar que a procrastinação continue atrapalhando sua vida.

7 dicas de como deixar a procrastinação no passado

A procrastinação consiste no ato de sempre querer deixar para depois aquilo que é importante e precisa ser feito, cumprido ou resolvido em até um prazo determinado.

Seja o que for, a pessoa procrastinadora costuma simplesmente pensar “depois faço”, “depois resolvo”, mesmo que tenha prazo ou precise desempenhar o papel em questão.

Ao deixar questões importantes da sua vida para depois, a pessoa percebe que todos parecem evoluir enquanto ela continua deixando todas as metas pessoais e profissionais para depois. Com 7 mudanças práticas em sua rotina você vai conseguir eliminar esse hábito.

1.     Organize o seu dia e suas tarefas

Muitas vezes o problema não é meramente procrastinação, é falta de noção de tempo ou de organização da própria agenda.

A pessoa acha que pode fazer depois uma tarefa que não gosta e vai empurrando até perder o prazo. Se você faz isso, listar suas tarefas em uma agenda, priorizando as mais importantes, vai ajudar muito a lidar com a questão.

Possibilitando até mesmo que encaixe algo que não gosta entre outras duas tarefas que sente prazer em fazer. Dessa forma, terá motivação para terminar a tarefa mais tediosa rapidamente, para que possa em seguida iniciar a que gosta de executar.

Saiba ainda que o gerenciamento de seu tempo a partir de uma agenda, além de permitir melhor aproveitamento do seu dia a dia, ajuda você também a se manter organizado e focado no melhor aproveitamento de todo o dia. Possibilitando que tenha uma boa performance em todas as suas atividades.

O seu foco deve ser aproveitar o tempo desenvolvendo suas funções e atividades de forma direcionada, como base no seu entendimento do que é mais importante para você. Neste sentido, sugiro agora a próxima dica que selecionei.

2.     Tenha significado e propósito de vida

Uma das principais razões pelas quais as pessoas procrastinam é por conta da falta de direcionamento em vida, não saberem o querem ou precisam fazer em vida. Daí ficam perdidas.

Pesquisas apontam, assim como posso confirmar a partir de experiência própria, a motivação se deteriora quando não há significado e propósito de vida definidos

Uma pessoa que tem estes fundamentais elementos de vida bem claros e definidos, tende a ser altamente hábil em identificar o que é realmente importante para si e, consequentemente, estabelecer prioridades em seu dia-a-dia alinhadas a seus objetivos e metas com foco e motivação.

Isto é, tendo em vista que, você vai ter foco em seu objetivo e conseguirá usar esse objetivo como propulsor de seu dia a dia.

3.     Identifique a real causa de estar procrastinando

Muitas pessoas se cobram excessivamente e montam agendas extremamente exigentes. Muitas outras têm o hábito de dizer automaticamente “sim” a tudo e todos em sua vida, inclusive às distrações, pensamentos limitantes e coisas não essenciais à sua vida.

Obviamente, isso faz com que atividades acabem não sendo executadas conforme suas expectativas, comprometendo a sua produtividade bem como o seu tempo com coisas não importantes e deixando de fazer o que é sua obrigação, ou seja, procrastinando o que tem que ser feito.

Caso este seja o seu caso, já parou para questionar tais comportamentos? Porque não dizer “não” a eles? Porque a dificuldade de dizer simplesmente “não”?

Diversas podem ser as respostas a estas perguntas, mas só você mesmo pode encontrar as suas. No entanto, é sabido que o ato de “dizer não” comumente é evitado pelas pessoas sobretudo por pressão social.

Isto é, motivado pelo querer de agradar ou impressionar alguém, ganhar popularidade, evitar o mau estar social, a culpa, o descontentamento do outro, etc.

Mas, como consequência às essas emoções, vem depois a dor de cabeça, o arrependimento, o estresse de não dar conta de tantas coisas, compromissos, que possivelmente em sua maioria e essência não são importantes a você.

É preciso saber dizer não ao que não é importante a si, inclusive às mais diversas distrações disponíveis a todo instante e a todos. De modo que, possa desenvolver as atividades que são realmente prioridades e deixar para depois ou mesmo desprezar aquilo que não faz diferença à sua vida.

4.     Subdivida as suas atividades

Diante de tarefas mais longas e complexas, que podem parecer exaustivas e mesmo desmotivadoras, sugiro criar o hábito de fracioná-las em fases ou em pequenos passos.

Afinal, não subestime os pequenos passos e o “começar pequeno” em uma atividade. Preze pela consistência e autodisciplina focada. Assim você possibilita tornar as suas grandes tarefas e projetos mais gerenciáveis e mais fáceis de serem desenvolvidos e executados.

Quem tem uma meta todos os dias, se esforça todos os dias, enquanto alguém que tem uma meta apenas para 30 dias ou 12 meses ou “X” ano(s) tende a ter mais dificuldades por não conseguir visualizar a necessidade de fazer um pouco todo dia.

O que pode comprometer a sua consistência, disciplina e, consequentemente, a sua motivação. E assim nascer o hábito de deixar para depois e, ao invés de conseguir o resultado, levar você à a frustração por causa de sua procrastinação.

Portanto, comece pequeno para ganhar impulso e use esse impulso para propulsar você até a próxima vitória e até a próxima e assim sucessivamente, até haver um avanço significativo e o progresso tornar-se natural em sua vida.

5.     Aceite os imprevistos

Seus planos são importantes, organizar seu dia em agenda é fundamental, mas é preciso saber que a vida revela imprevistos todos os dias.

Entenda que eles fazem parte do dia a dia para que não se cobre uma vida livre de imprevistos. Tendo em vista que, isso não existe e a cobrança pode acabar gerando frustração.

Aceitar que é preciso readaptar os planos em alguns momentos, é fundamental para que seja possível lidar com a vida, suas expectativas, desejos e evitar a procrastinação. Readapte sua rotina conforme a necessidade e se mantenha motivado rumo ao seu objetivo.

6.     Reflita sobre seus hábitos

É fundamental perceber quais são os gatilhos que ocasionam o desejo de procrastinar. Se você faz isso como hábito de vida, precisa perceber quais são os pensamentos que te levam a procrastinação.

Sempre que possível, anote como se sente e o que está acontecendo quando você sente o desejo de procrastinar algo.

A tarefa é chata? Você se sente desvalorizado fazendo isso? Perceba quais são os motivos pelos quais você sente desejo de procrastinar. Dessa forma, poderá reajustar a sua rotina, com o objetivo de evitar esses gatilhos. Desenvolver o autoconhecimento é fundamental para melhorar seus hábitos e deixar a procrastinação no passado.

7.     Comemore e recompense o seu progresso

Esta é praticamente uma continuação da dica 4. Lembre-se que lá cheguei a mencionar o poder de “começar pequeno” bem como subdividir longas tarefas em pequenos passos como estratégia de melhor lidar e gerenciar seus projetos mais complexos.

Esta é na verdade algo que você pode replicar a qualquer projeto (e área) de sua vida, não somente restritivamente aos mais exigentes.

Greg McKeown, a partir de seu excelente livro Essencialismo (que recomendo mundo a leitura) nos compartilha que estudos apontam que de todas as formas de motivação humana a mais eficaz é o progresso em algo importante para você, pois uma vitória pequena sustenta a fé no seu sucesso e seu futuro.

Portanto comece pequeno, identifique o seu progresso, bem como comemore e recompense todos as suas pequenas vitórias em direção a seu objetivo maior.

Ansiedade está diretamente associada a procrastinação

É importante destacar que, em seu dia a dia a procrastinação pode estar diretamente associada à ansiedade, estresse e até mesmo depressão.

Acontece que, ao deixar tudo para concluir depois a pessoa acaba se deparando com o risco de perder um determinado prazo. E isso gera um gatilho de ansiedade.

Quando a pessoa não tem um prazo específico para cumprir, o mesmo processo gera insatisfação ao pensar “meu dia não foi produtivo”, afinal, a pessoa não sabia o que precisava ser feito e foi procrastinando as tarefas “chatas” ao longo de todo o dia.

Esse contexto, nos dois cenários gera estresse e insatisfação, bem como deteriora sua autoconfiança e motivação. Obviamente, a ansiedade e depressão se aproximam de pessoas procrastinadoras por existir um cenário favorável.

Ocasionando uma perda de satisfação pelos resultados obtidos em cada atividade comum do dia a dia, bem como perda de interesse naquilo que precisa ser feito.

Nesses casos em que a procrastinação vem acompanhada de sentimentos de tristeza e ansiedade, é importantíssimo procurar ajuda psicológica.

Um bom profissional é fundamental para ajudar em todo o tratamento. Possibilitando bons resultados a partir de um tratamento cognitivo comportamental.

O objetivo é entender os gatilhos da procrastinação e aprender a lidar com essas questões para que, no dia a dia não ocorram com tanta frequência. Ajudando a lidar com a procrastinação na prática e os outros sentimentos decorrentes do hábito de procrastinar.

E para concluir…

Lembre-se que superar a procrastinação, como qualquer outro hábito negativo, demanda tempo e requer força de vontade e comprometimento.

Portanto, seja paciente consigo mesmo, foque nos pequenos steps de mudanças de seu comportamento, e conte com a força e prática da consistência como também da sua autodisciplina em favor de seu contínuo progresso e prosperidade.

E então, agora que você conhece as dicas que acabamos de compartilhar, nos conte o que achou? Para isso, deixe o seu comentário abaixo e não esqueça de compartilhar as nossas dicas com os seus amigos e familiares!

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Cadastre-se para receber em primeira mão todos os nossos novos artigos e atualizações:

E de brinde, receba gratuitamente o valioso guia “7 Estratégias Incríveis de Crescimento para Transformar Positivamente a Sua Vida”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.


Receba gratuitamente o valioso guia “7 Estratégias Incríveis de Crescimento para Transformar Positivamente a Sua Vida".

Cadastre-se para receber nossas novidades e Pegue Já o Seu!

É grátis e seus dados estão seguros. Não fazemos spam!

Autor

Werllënn Almeida é fundador e editor do blog Valor Que Conta, além de ser contador especialista em gerenciamento contábil pela UFBA . A partir deste blog, escreve e compartilha conteúdos de alto valor, voltados ao desenvolvimento pessoal e profissional.

Posts recentes:

Eu gosto muito de ouvir os leitores, inclusive se você tiver um comentário ou sugestão sobre o nosso blog ou newsletter.

A melhor maneira de entrar em contato comigo é partir do uso do formulário a seguir ou por meio do email:

Verifique seu e-mail!

Favor checar o seu e-mail para confirmar a sua inscrição.

Caso não tenha recebido o e-mail, verifique a caixa de spam ou promoções.